A data é a mais aguardada por muitos pois traz presentes – quem não gosta de recebê-los – e proporciona uma energia de paz e solidariedade como nenhuma outra época. No entanto, pode ser sinônimo de stress para quem organiza a ceia de Natal. Afinal, são muitos itens para organizar e muita gente para agradar. Se você está incumbido desta tarefa neste ano, fique tranquilo. Vamos lhe ajudar listando o que não pode faltar na mesa da ceia de Natal.

Comidas típicas

Não tem como fugir. Natal é uma data muito tradicional e carrega uma série de simbolismos, inclusive na comida. Há vários pratos típicos. Pernil, chester, arroz à grega, frutas cristalizadas, panetone e rabanada são só alguns exemplos. O fato é que é estes pratos são tão tradicionais que o fato de não estarem na mesa de Natal pode causar estranhamento nos convidados.

Comida para todos

Muitas pessoas possuem algum tipo de intolerância ou restrição alimentar. É importante se certificar se algum convidado está neste grupo, qual é a sua restrição e garantir um cardápio – ou alguns pratos – que ele possa usufruir também. Afinal, a ceia de Natal deve ser uma refeição harmoniosa e agradável para todos.

Lugares na mesa

Caso não seja possível receber todos os convidados na mesa, é interessante montar mesas menores ou oferecer bandejas para que alguns convidados possam comer no sofá, por exemplo. Uma dica legal é montar uma mesa pequena só para as crianças. Eles se sentem muito especiais e gera uma troca interessante entre os pequenos.

Horário de servir

O tradicional é servir a ceia à meia-noite. No entanto, caso os convidados prefiram desta forma, é possível adiantar este horário ou oferecer petiscos antes da refeição.

Bebidas

Geralmente, são servidos vinho, cerveja e champagne na ceia de Natal para os adultos e sucos e refrigerantes para as crianças. Você pode inovar oferecendo drinks com ou sem álcool e fazendo água saborizada.

Organização e planejamento

Estas duas palavras são muito importantes para garantir que não falte nem sobre comida na ceia de Natal. Faltar comida seria um constrangimento. Sobrar comida, um desperdício. Por isso, geralmente, estima-se cerca de 500 gramas de pratos quentes por pessoa. Nesta conta não entra sobremesa, petiscos nem entrada. Em relação aos pratos, geralmente são elaboradas duas entradas, dois ou três pratos principais, a mesma quantidade de acompanhamentos e duas opções de sobremesas.

Fornecedores de confiança

Caso você opte por preparar todos os pratos, é importante ter em mente que ingredientes ruins podem produzir pratos ruins e arruinar a sua ceia. Caso você opte por encomendar a ceia em algum buffet ou restaurante, a ideia de pratos que não chegam, chegam atrasados ou de alimentos mal preparados dão dor de cabeça só de imaginar. Para evitar este estresse, busque fornecedores de confiança que entregam bons ingredientes ou pratos e que não vão lhe decepcionar.

Antecedência

É muita comida para preparar e muito detalhe para se atentar. Além disso, nesta época do ano você não será o único a buscar os ingredientes natalino. Então, não deixe nada para última hora para garantir que terá tudo que precisa e que estará tranquilo no dia da festa.

Decoração criativa

Nem só de comida se compõe a mesa da ceia de Natal. Você pode pensar em guardanapos de tecido, objetos temáticos e outros itens que façam uma decoração bem bonita da mesa da sua ceia. Outra sugestão é decorar ou montar pratos com o motivo natalino. Por exemplo, ao invés de servir apenas o Chester, decorá-lo com pêssegos e cerejas. Na hora da sobremesa, servir bolos e chocolates no formato de árvores de Natal ou outros elementos da época.

 

Gostou deste texto? Continue lendo e veja FÉRIAS: 10 BRINCADEIRAS PARA FAZER EM CASA E INTEGRAR MAIS A FAMÍLIA

Deixe sua Resposta